Transparência: Santa Luzia lança contador dinâmico de CO2 em seu site

Marca fabrica materiais de construção a partir da reciclagem de plásticos como o Isopor®

Em mais um sinal de compromisso com o meio-ambiente, a Santa Luzia lança em seu website um contador dinâmico para registrar, desde 2012, o total de emissões de gás carbônico (CO2 ou dióxido de carbono) originadas na fabricação dos perfis decorativos pela marca na matriz em Braço do Norte (SC).

O contador, localizado no cabeçalho da página, continua ativo mesmo enquanto o usuário navega por outras páginas do site. Evidenciar este número, que neste momento caminha rumo às 157 mil toneladas de CO2, ajuda a empresa a não só quantificar o impacto de sua atividade fabril ao meio-ambiente, mas também no estudo de formas e ações para compensá-la.

“Existem várias ferramentas para mensurar e gerir as emissões de CO₂ além de outros impactos ambientais potenciais de um produto e de uma empresa”, explica Stéphanny Wiggers, engenheira de materiais da Santa Luzia. “Há alguns anos utilizamos a Avaliação de Ciclo de Vida (ACV), uma técnica normatizada pela ABNT que nos permite analisar os efeitos ao longo de todo o ciclo de vida do produto, o que nos ajuda a mapear e gerenciar soluções”.

Com os resultados medidos via ACV, é possível encontrar oportunidades de melhoria nos aspectos ambientais na fabricação, como por exemplo na redução do uso de recursos naturais, energia elétrica e também na geração de resíduos, de modo que eles possam ser reaproveitados na cadeia produtiva.

Outra importante ferramenta utilizada pela Santa Luzia é a Pegada de Carbono, que mensura a quantidade total das emissões de gases do efeito estufa (GEE) causada diretamente e indiretamente por uma pessoa, organização, evento ou produto. Os GEEs são compostos gasosos, como o já citado CO2, capazes de absorver radiação na frequência do infravermelho, aprisionando calor na atmosfera. Ao reter calor, causam a ampliação do efeito estufa, causando o aquecimento global.

Como exemplo prático da aplicação da ferramenta, podemos citar o estudo realizado pela nossa Eng. Ambiental Vanessa Villalta, a partir de nossa participação na ExpoRevestir 2018, a maior feira de acabamentos da América Latina realizada anualmente em São Paulo, onde pudemos expor produtos em um espaço de 72 m² por quatro dias. O levantamento nos revelou que o total estimado de emissão devido à realização da exposição do estande foi de 15,61 toneladas de CO2, que deveriam ser compensadas pelo plantio de ao menos 111 árvores que fixariam em um período de 20 anos o carbono emitido. Realizamos o plantio não de 111, mas sim de 120 mudas nativas em nossa cidade matriz para capturar 18 toneladas de CO2 em 20 anos. Saiba mais sobre teste clicando aqui!

A metodologia usada para o cálculo da pegada de carbono neste trabalho foram as calculadoras Programa Carbono Neutro Idesam (PCN) e Sustainable Carbon Climate Solutions. O número de árvores que devem ser plantadas para a compensação ambiental foi baseado no modelo de neutralização de carbono do Instituto Brasileiro de Florestas (IBF).

Todos estes estudos embasaram a empresa na substituição de 98% da então matéria-prima, madeira, pela reciclagem de resíduos plásticos como o poliestireno expandido, popularmente conhecido pela marca Isopor®, e o poliuretano, muito utilizado na forma de espuma em refrigeradores.

Iniciado em 2002 a partir do desenvolvimento de maquinário e uma rede de parcerias com empresas e cooperativas, a revolução no processo fabril resultou na recuperação de quase 50 milhões de kg de resíduos antes encarados como lixo, já que muitas pessoas ainda não sabem que o Isopor®, por exemplo, é totalmente reciclável.

“Por se tratar de um produto fabricado com matéria prima reciclada e reciclável, o processo de extração de materiais virgens não entra no inventário. Além disso, nosso processo de fabricação está em constante melhoria para reduzir esse número, bem como o transporte dos produtos até as lojas. Por isso, a participação do consumidor nessa conscientização é tão importante, sobretudo quando falamos em logística reversa”, finaliza Stéphanny.

Registro do plantil das 120 mudas nativas realizado na Cidade de Braço do Norte/SC:

Logo Santa Luzia
Logo Santa Luzia

Caso ainda haja dúvidas sobre o tema, ficaremos honrados em ajudar a obter respostas do seu interesse.

Fone: 0300 145 13 00  / 48-3651 1300 ou pelo link  http://www.santaluziamolduras.com.br/contato

Seja um parceiro da Santa Luzia na reciclagem de EPS e PU

Caso haja interesse em convidar a Santa Luzia para eventos que promovam a sustentabilidade e a Economia Circular de resíduos, contem com a gente! Também formamos parcerias com empresas geradoras de resíduos disponibilizando informações, treinamentos e suporte.  O contato pode ser feito diretamente na fábrica através do telefone (48) 3651-1346 ou pelos contatos (Eliane Morgan Cel.: +55 (48) 99931-7772) ou (Antônio Farías Cel.: +55 (48)99666-5151)

Related Posts

Deixe uma resposta


  • Santa Luzia Brasil BRA
  • United States USA
  • Blog Santa Luzia USA
  • Youtube Santa Luzia
  • Facebook Santa Luzia
  • Instagram Santa Luzia

    SUSTENTABILIDADE POR PRINCÍPIO

  • Santa Luzia - Green Building Council
  • Santa Luzia - Green Building Council Brasil
  • Santa Luzia - RGMat
  • Santa Luzia - CE100 Programme