10 cuidados que você precisa ter em um projeto de reforma residencial

O projeto de reforma é uma ótima forma para investir com segurança na sua casa. Aqui, descubra os cuidados que você precisa ter com o seu!

Não existe nada melhor do que ter a casa ou apartamento do jeito que a gente gosta. Práticas como mudar a cor de um cômodo, trocar os móveis de lugar ou até mesmo reformar algum ambiente fazem grande diferença na hora de deixar o lar mais aconchegante, sofisticado e funcional. 

Contudo, é importante saber que para uma obra, o projeto de reforma é a melhor maneira de investir com segurança na sua casa.

Com ele, a reforma se torna um momento especial de sua história, evitando atrasos, prejuízos e outros problemas que podem acabar com a alegria de reformar seu lar. A seguir, conheça 10 cuidados que você deve ter em um projeto de reforma residencial. Continue a leitura!

Por que devo reformar meu imóvel?

A casa é o lugar em que nos sentimos mais seguros e confortáveis. É nela que passamos boa parte de nossas vidas, principalmente em um momento como o que estamos enfrentando atualmente. Por isso, investir em sua casa ou apartamento é uma decisão justa e correta. Afinal, cuidar do seu lar é cuidar de si mesmo.

Quando seu imóvel está bonito e reformado, é possível sentir-se confiante, principalmente para receber amigos e familiares. 

Viver em um ambiente com pisos quebrados, vazamentos, paredes descascando e cômodos bagunçados pode afetar corpo e mente diretamente — refletindo em nossa saúde, personalidade e humor. 

Cuidados necessários em um projeto de reforma residencial

A reforma costuma ser adiada por muitos por ser sinônimo de estresse e dor de cabeça durante um longo período. Entretanto, com um bom planejamento, o resultado é totalmente o contrário disso.

Nesse sentido, um projeto de reforma residencial é a melhor forma de evitar problemas e imprevistos. Para colocar em prática seu desejo de reformar, veja a seguir, 10 cuidados necessários para desenvolver o seu projeto. 

1. Tenha um planejamento

Antes do projeto de reforma ser feito, um bom planejamento sobre suas possibilidades e desejos é fundamental. Nada de sair por aí contratando mão de obra sem ter a certeza do que você quer fazer, certo? É preciso organizar seus pensamentos, entender o que realmente deseja mudar e quanto de seu orçamento está disponível para isso.

É fundamental ter um bom planejamento antes de iniciar o projeto de reforma da casa.

2. Contrate um profissional

Após escolher o que você deseja modificar em sua casa ou apartamento, é o momento de procurar um arquiteto para o desenvolvimento do projeto de reforma. Isso pode parecer apenas um gasto a mais, no entanto, contratar um profissional para esse serviço significa uma economia de até 30% do valor total, no final da obra.

Além disso, um profissional qualificado garante a segurança estrutural da reforma, evita desperdícios e assegura que todo o trabalho esteja respeitando e atendendo as normas técnicas de execução.

Junto com um arquiteto você poderá definir quais são seus desejos e necessidades e pensar na melhor forma para realizar as intervenções da reforma. Por último, ele garante que sua obra aconteça também dentro do prazo, eliminando atrasos e imprevistos.

3. Tenha cuidado com o orçamento

O projeto de reforma costuma variar de acordo com a área e volume que será realizado. Ao apresentar os serviços que serão desenvolvidos, é importante incluir as opções de materiais com base no modelo, marca e quantidade a ser utilizada. 

Isso permite que você tenha um controle maior sobre os gastos, evitando que a obra passe muito de seu orçamento. 

4. Escolha mão de obra qualificada

Além do projeto de reforma residencial, contratar mão de obra qualificada é outro cuidado que deve ser tomado no momento da obra. Isso porque, a equipe de execução consiste em metade dos gastos durante a reforma. 

Escolher a mão de obra pelo preço não é a melhor alternativa para garantir segurança e qualidade. Por isso, antes de fazer a contratação, escolha profissionais com experiência e boas recomendações. Essa é uma forma de prevenir problemas que possam encarecer a obra e provocar atrasos. 

5. Respeite as autorizações necessárias

Em sua reforma algumas aprovações deverão ser requeridas, seja em seu condomínio ou junto à prefeitura de seu município. Por isso, um projeto de reforma que contenha todas as alterações que devem ser realizadas é um passo essencial para garantir tais autorizações. 

Em casos de apartamentos, por exemplo, o documento deverá constar as alterações planejadas, como a planta com as mudanças, materiais previstos e o tempo que foi estimado para a realização. Além disso, deve-se respeitar horários, limpeza de áreas comuns e destinação de entulhos. 

6. Avise seus vizinhos

Antes de iniciar a reforma é muito importante respeitar seus vizinhos. Portanto, converse com cada um deles a respeito da sua obra, para avisar sobre o início dos trabalhos. Lembre-se também de respeitar os horários e, quando em condomínios, as leis previstas.

7. Tome cuidado com a estrutura

Identificar a parte estrutural da casa é um cuidado importante em um projeto de reforma. Vigas, pilares e fundações devem ser evitados, assim como paredes que tenham muitos pontos elétricos.

Além disso, acrescentar paredes na reforma também exige cuidado, já que introduzem novas sobrecargas na estrutura da casa. Caso sejam adicionadas a um segundo pavimento, é fundamental que a laje seja preparada para recebê-las. 

Materiais sustentáveis e ecológicos são uma excelente opção para essa situação, visto que seu peso é inferior a alvenaria, e sua aplicação é facilitada.

8. Invista em materiais de qualidade

Uma reforma não deve ter investimento somente no projeto e mão de obra. Trabalhar com materiais de qualidade é uma maneira de garantir segurança e economia, evitando prejuízos e problemas. 

Portanto, ao definir os serviços executados, escolha os melhores materiais dentro do seu orçamento. São muitas as opções disponíveis no mercado.

Invista em materiais de qualidade para o seu projeto de reforma.

Sem falar que, a tecnologia e técnicas construtivas estão em constante evolução e crescimento. Por isso, fique por dentro dessas novidades, observando as práticas e como elas estão sendo utilizadas.

Muitos dos materiais da construção civil já foram melhorados, com opções para obras sustentáveis que levam praticidade e beleza ao projeto.

9. Fique de olho em infiltrações

Seja em casa ou apartamento, as infiltrações geralmente estão presentes — causando problemas que variam desde uma simples pintura descascada até riscos na estrutura do imóvel.

Em áreas perto do solo, elas aparecem no formato de manchas escuras na parede. Já na região do teto, é comum encontrar falhas no telhado ou mesmo problemas na impermeabilização da laje. 

Por isso, é preciso ter atenção no momento de consertá-las. Se a verdadeira causa não for resolvida, os problemas podem surgir mesmo com novos reparos, aparecendo de forma ainda mais agressiva.

Dessa maneira, a dica é realizar os reparos por meio do sistema de impermeabilização, resolvendo a questão de maneira definitiva.

10. Proteja seus móveis

Por fim, mas não menos importante, outro cuidado que deve ser considerado no projeto de reforma residencial é evitar que seus cômodos sejam prejudicados pela poeira e sujeira. 

Tenha o cuidado de protegê-los, envolvendo eles em plásticos, panos, e guardando-os, quando possível, dentro de caixas. Afinal, muitos deles serão reaproveitados após a reforma, certo?

Além dos 10 cuidados que você precisa ter em um projeto de reforma, a paciência deve estar presente do início ao fim da obra. De nada adianta ter pressa para finalizar, se o trabalho não for bem executado — com qualidade, segurança e investimento nos detalhes necessários para que o projeto tenha o resultado esperado. 


Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia também o nosso artigo sobre como resolver o alto teor de umidade da sua casa.

21/12/2020

    SUSTENTABILIDADE POR PRINCÍPIO

  • Santa Luzia - Green Building Council
  • Santa Luzia - Green Building Council Brasil
  • Santa Luzia - RGMat