Qual a relação entre mudanças de temperatura e a escolha do rodapé?

Leia este artigo e entenda como a escolha do rodapé pode fazer diferença diante dos efeitos causados pelas mudanças de temperatura!
Arquiteta: Isabela Faraco

A ação do homem na Terra, durante muitos anos, causou danos que podem ser observados hoje por meio de efeitos que não eram comuns antigamente, como as mudanças de temperatura que provocam tempestades, secas e superaquecimento.

Diante dessa nova realidade, muitas áreas tiveram que se adaptar, considerando esses fatores e também novas formas de condutas sustentáveis para evitar o uso indiscriminado de recursos naturais.

A construção civil foi uma das áreas que tornou essa ação uma realidade, ao perceber como as mudanças de temperatura afetam os materiais na construção. 

Continue a leitura para saber mais sobre o assunto, além de conhecer uma forma de solucionar esse problema!

Dilatação e contração térmica: qual a relação com as mudanças de temperatura

De acordo com a Física, a temperatura é o que caracteriza o estado térmico de um corpo ou sistema. E para descobrir como a dilatação e contração térmica acontecem, devemos primeiro conhecer melhor essa definição. 

Pode-se entender as mudanças de temperatura de acordo com os níveis de agitação das moléculas. Portanto, quanto maior o nível de agitação, maior será a energia, caracterizando o elemento como quente.

Do mesmo modo, quanto menor a agitação, menor o nível de energia, resultando em um elemento frio. Ou seja, quando a energia se eleva agitando as partículas ocorre a expansão ou dilatação. Já quando a energia térmica é baixa, em níveis menores de agitação, os espaços entre as partículas diminuem. 

De forma prática, podemos entender que cada material tem um comportamento diferente em relação às mudanças de temperatura. Visto que isso depende da estrutura de suas partículas que podem ser mais ou menos sensíveis a essas variações. 

Para construção civil, conhecer como os materiais se comportam diante da incidência de calor e frio é essencial. Essa é a melhor forma de saber qual material deve ser usado em cada situação, evitando efeitos e variações causados pelas mudanças de temperatura. 

Efeitos sobre os materiais

Escolha rodapés sustentáveis e de alta qualidade para evitar os efeitos das mudanças de temperatura.

Normalmente, paredes e rodapés em áreas externas acabam sofrendo grande exposição à luz do sol por longos períodos. Com isso, é natural que ocorram efeitos causados pelas mudanças de temperatura — caso o material não seja específico para essa situação. 

Entre estes efeitos podemos presenciar rachaduras, fissuras, trincos, e mais. Por motivos como esses, o uso de espaçamentos, como juntas horizontais, são indicados por permitir a movimentação causada pela dilatação e contração. 

Em relação aos pisos, as juntas também devem ser consideradas. Afinal, ao ocupar grandes áreas, as pequenas dilatações que podem acontecer, quando somadas, resultam em grandes problemas, como pisos estourados, desprendimentos e outras questões que podem causar infiltração. 

Créditos de imagem: Casa Cor Itajaí 2013 — Arquiteta Vanessa Larre; Fotógrafo Lio Simas.

Além de respeitar as juntas no momento de escolher o piso, outra forma de garantir que as mudanças de temperatura não interfiram nos materiais é optando por produtos que apresentem alto desempenho e qualidade, como os rodapés que veremos a seguir. 

A escolha do rodapé como solução para efeitos das mudanças de temperatura

O rodapé é um revestimento que muitas vezes não recebe tanta importância. Contudo, esse elemento é capaz de mudar o ambiente levando grandes vantagens para a construção, como é o caso do rodapé em poliestireno.

Com excelente custo-benefício, esse material proporciona o encaixe perfeito entre parede e piso, transformando a decoração do ambiente ao levar um efeito agradável e sofisticado — podendo ser encontrado em diferentes tamanhos e formatos. 

Por ser produzido com poliestireno, oferece vantagens como resistência à água, pragas e mofo, possibilitando o uso em ambientes molhados. Além disso, por ser produzido a partir da reciclagem do isopor, ele é um material 100% ecológico e sustentável. Sem falar na sua instalação que é simples e fácil.

Os rodapés de poliestireno, além de serem resistentes às mudanças de temperatura, oferecem fácil instalação.

No geral, o rodapé de poliestireno é versátil, funcional e também resistente às mudanças de temperatura, garantindo sua durabilidade associada a praticidade e elegância na construção.

Ficou interessado em como materiais sustentáveis podem ser o diferencial para evitar efeitos das mudanças de temperatura em sua obra? Então, conheça os produtos da Santa Luzia e leve o melhor para sua construção!

04/01/2021

    SUSTENTABILIDADE POR PRINCÍPIO

  • Santa Luzia - Green Building Council
  • Santa Luzia - Green Building Council Brasil
  • Santa Luzia - RGMat