Decoração colorida: alegrando os ambientes de forma harmônica

A decoração colorida é muito estilosa mas, para inseri-la no ambiente, é importante tomar alguns cuidados para não exagerar nos seus efeitos. Descubra todos, aqui!

Quem gosta de decoração colorida sabe que ela pode ser feita sem que pareça um carro alegórico de carnaval. As cores transformam o ambiente e transmitem diferentes estímulos ao ser humano, como harmonia, equilíbrio, paixão, otimismo, dentre outros.

Imagina, então, misturar as tinturas que mais agradam os moradores, ter uma decoração estilosa e ainda garantir sintonia com que o ambiente precisa transmitir?

Parece interessante, não é mesmo? Pois saiba que reunimos, neste post, os principais direcionamentos para fazer uma decoração colorida versátil e funcional. Confira nossas dicas!

Conheça os tipos de combinação possíveis para a decoração colorida

A primeira e, talvez, mais importante dica para garantir um visual colorido harmônico é entender como as cores se relacionam e podem ser combinadas de forma estilosa.

Monocromática

Como o próprio nome sugere, essa combinação utiliza a variação, em escala, da cor ou cores escolhidas a partir de seus diferentes tons.

A escala cromática começa no branco e vai aumentando gradativamente na cor — seja ela primária ou não — até o tom mais escuro chegar ao preto. Para a decoração monocromática, utiliza-se apenas um recorte dessa graduação.

Ela cria harmonia e organização, uma característica comportamental de muitas pessoas. Além disso, como trabalha diferentes intensidades de uma mesma cor, é um ótimo recurso para trazer luz a pontos específicos da decoração.

Cores análogas

Você já deve ter estudado o círculo de cores, ou, ao menos, ter visto em alguma loja de decoração ou site. Nele, as cores que ficam perto uma das outras são chamadas análogas ou vizinhas e conseguem produzir um efeito colorido e estiloso muito interessante quando combinadas.

O verde, que pode ser no tom eucalipto, é análogo ao amarelo e o azul. Essas três cores combinadas de forma regular podem criar um ambiente bem tropical remetendo às cores da natureza brasileira, inclusive.

Para um quarto ou ambiente feminino e romântico, usar as cores análogas roxo, rosa antigo e tons fechados de azul é uma ótima pedida, pois, além de tudo, trazem um ar mais elegante e refinado.

Cores opostas

Também chamadas de complementares ou tríades, pelos especialistas, são as cores que estão nos lados opostos do círculo de cores, daí o nome.

Tanto as cores primárias, que são vermelho (magenta), azul e amarelo, quanto as secundárias e terciárias valem para esse tipo de decoração colorida.

Outra denominação também utilizada para classificar as cores, que pode ajudar a formar a decoração que opõe tons da paleta, é a tríade aditiva — incluindo também o branco e questões que relacionam a luz nas combinações.

São decorações que podem ser mais vibrantes, usando as cores primárias, ou, mais amenas, com o uso das secundárias e terciárias. Porém, como são mais contrastantes, o efeito visual sempre será mais intenso.

Decoração colorida aplicada com cores opostas no corredor de um hotel.

Agora que você já entendeu sobre as cores, vamos falar de truques para combiná-las na decoração.

Saiba os truques para conseguir uma decoração colorida inteligente

Para criar uma decoração colorida sem passar do ponto, alguns truques podem ajudar, confira!

Escolha pontos-chaves de cor

Almofadas, tapetes, adornos ou quadros. É possível criar pontos focais para que as cores sobressaiam, sejam vibrantes, monocromáticas ou em tons pastéis. O objetivo desses elementos é fazer com que a decoração colorida seja óbvia.

Use cores nas paredes e nos acabamentos

Pintar ou usar papéis de parede coloridos nas paredes também são ótimas alternativas para criar uma decoração colorida e, como existem revestimentos em diferentes cores, é possível fazer um acabamento que deixa o visual mais completo.

Decoração colorida em tons de verde e branco aplicada nas paredes e acabamentos de um quarto.

Escolha móveis brancos

Um sofá ou mesa branca vão trazer equilíbrio e, ao mesmo tempo, destacar todas as cores escolhidas para o ambiente, seja quadros, estofados das cadeiras, almofadas e adornos.

Vale lembrar que esse efeito também pode ser conquistado ao usar móveis escuros, porém, é preciso ter cuidado especial com a iluminação do ambiente.

Priorize materiais e adornos de qualidade

Outro ponto importante para que a decoração colorida não tenha um aspecto de improviso é escolher adornos e acabamentos de qualidade.

Um rodapé na cor vermelho-escuro nos mesmos tons de um papel de parede garantirá um efeito visual muito interessante, porém, se não tiver bom acabamento e durabilidade, pode apodrecer com o tempo, perder a cor ou descascar, por exemplo.  

O excesso de cores também pode infantilizar o ambiente ou, como mencionamos, criar um verdadeiro carnaval. Mas, com bom gosto e os materiais certos, uma decoração colorida confirmará o estilo descontraído e vibrante de quem opta por ela.

Aliás, você conhece alguém com esse estilo? Então, compartilhe as dicas deste post e mostre como é possível utilizar a decoração colorida de forma alegre e harmônica!

11/11/2020

    SUSTENTABILIDADE POR PRINCÍPIO

  • Santa Luzia - Green Building Council
  • Santa Luzia - Green Building Council Brasil
  • Santa Luzia - RGMat