Acabamento de obras: organize as etapas sem erros

Quando chega a tão aguardada etapa do acabamento de obras, é comum ficar animado ao utilizar seu estilo e opiniões para deixar o imóvel bonito e pronto para ser usado.

Essa empolgação é válida, porém, não deixe de atentar para alguns detalhes preciosos dessa fase da obra, que podem custar caro se forem negligenciados. Então, você sabe qual é a dica para o sucesso? Organização.

Neste post, listamos boas práticas para conduzir a etapa de acabamento de obras de forma simples. Veja aqui como se organizar sem erros para finalizar seu projeto.

Saiba quais os serviços realizados na etapa de acabamento de obras

Para fazer uma boa coordenação de projeto do acabamento de obras, a primeira etapa é criar um mapeamento das necessidades, quais serviços precisam ser realizados, estimativa de materiais e quais profissionais devem ser contratados.

Esse levantamento não é rígido, ou seja, novas demandas podem surgir no processo. Mas, se bem feito, evita discrepâncias que podem comprometer o prazo e a qualidade dos serviços.

Além disso, é preciso considerar que existe uma ordem de execução mais eficiente, que gera retrabalho e, claro, novos custos. Por isso essa lista de atividades é essencial.

De forma prática, isso gira em torno da escolha da equipe que vai coordenar as atividades, alinhamento de prazos, definição dos materiais, aplicação dos pisos, colocação de bancadas, pinturas, instalações de metais e demais acabamentos.

Quer entender como essas etapas funcionam na prática? Então, veja a seguir.

Entenda como funciona cada etapa do acabamento da sua obra

Cada projeto tem suas particularidades, portanto, terá etapas de acabamento diferenciadas. Mas no geral, elas obedecem uma ordem prática.

Definição de cronograma e plano de ação personalizado

O plano de ação vai determinar a ordem das etapas, quem são os profissionais responsáveis, quais materiais necessários, se existe dependência da conclusão de uma atividade para início da outra, bem como, um cronograma que considere as datas de execução.

Acabamentos na área externa e de lazer, por exemplo, podem considerar períodos mais chuvosos, disponibilidade de um artista ou profissional que seja especialista em algum acabamento, dentre outras particularidades do projeto.

Compra de materiais

Acompanhando o cronograma elaborado, a etapa seguinte é a compra dos materiais. É preciso avaliar quem são os fornecedores dos materiais que os donos do projeto desejam usar e, então, fazer orçamentos para descobrir qual deles possui a oferta e condições de compra mais satisfatórias.

Cada etapa demanda materiais diferentes, mas, lojas e fornecedores maiores podem negociar preços mais vantajosos de acordo com o volume de produtos, ou seja, vale a pena consultar preços e condições diferenciadas nesses casos, mesmo que a entrega seja acertada de acordo com as fases do acabamento de obras que será desenvolvido.

Outra dica para essa etapa é considerar quais são as alternativas de produtos para os objetivos da obra. Em vez de utilizar tijolos ingleses para a fachada externa, por exemplo, é possível optar por sua versão em Ecobrick que é feita com uma seleção de flocos de poliuretano (PUR) reciclados.

Sustentáveis, essa versão dos tijolos ingleses são mais resistentes, leves e simples de aplicar. Ou seja, além de trazer características que valorizam uma relação harmônica com o meio ambiente, o Ecobrick ainda traz benefícios em sua qualidade.

Revestimento de pisos

A próxima fase do acabamento de obras é o revestimento dos pisos, que varia conforme a área. Alguns materiais são mais confortáveis para a área da cozinha, outros, sala de estar ou área externa. Assim, é importante avaliar qual seu papel no ambiente.

Na área de lazer infantil ou piscina, onde algumas pessoas andam descalças, por exemplo, é preciso optar por um tipo de piso com conforto térmico, que não acumule calor excessivamente. Nesse sentido, existem opções como o ecotablado e ecodeck que são feitos de “madeira plástica”.

Existem inúmeras vantagens trazidas por esse tipo de piso, como:

  • fácil instalação;
  • material sustentável;
  • maior resistência, já que não apodrecem como madeiras naturais em contato frequente com a água;
  • não solta farpas, evitando acidentes;
  • fácil de limpar;
  • imune as formigas e cupins que danificam a qualidade e durabilidade de madeiras convencionais;
  • aparência natural.

É preciso definir a metragem e fazer o contrapiso de acordo com o tipo de piso escolhido. Esse procedimento garante a preparação do chão para receber os pisos definitivos.

Os pisos são elementos decorativos importantes do ambiente, por isso, é preciso escolhê-los em acordo com o estilo dos moradores e suas necessidades. Ter em mente que sua troca não é simples depois de pronto pode ajudar bastante.

Revestimentos criativos das paredes

Assim como os pisos, as paredes também são recursos decorativos muito importantes, uma vez que elas ficam à altura dos olhos, não é mesmo? Por isso, podem criar ambientes elegantes, modernos ou tradicionais, tudo depende dos elementos utilizados.

E, se o assunto é acabamento de obras, as opções para a parede vão além de algumas demãos de tinta.

Antes de começar todo o processo criativo, porém, alguns procedimentos básicos precisam ser realizados e conferidos antes do revestimento, como é o caso das camadas de chapisco e reboco que vão nivelar a extensão da parede, além de garantir que elas estejam protegidas para a alvenaria e acabamento que virão na sequência.

Nas paredes, as opções para acabamento de obras são muito versáteis. É possível usar ripados de encaixe que dão volume, criar boiseries para deixar o visual mais elegante ou usar rodameios para combinar um papel de parede e pintura nos quartos, por exemplo.

Como são acabamento de obras mais criativos, é bom já ter uma boa ideia sobre a decoração que deseja realizar em cada um dos ambientes, não é mesmo?

Pintura clássica ou texturas nos ambientes internos e externos

A próxima etapa de acabamento de obra é a pintura ou criação de texturas nas paredes. Essa é uma alternativa que, no primeiro momento, se mostra mais barata para o projeto. Porém, em poucos anos, pode precisar de novas aplicações, ou seja, vai ser um custo recorrente e pode ser substituído por revestimentos mais inovadores.

Essa etapa inspira cuidados para que os outros acabamentos e móveis do ambiente não sejam manchados pela tinta utilizada, assim, todo cuidado na hora de aplicar as demãos é primordial.

A presença de crianças, idosos e animais de estimação na residência em reforma também pode representar um risco para a saúde respiratória. Na dúvida, é melhor pedir que todos esperem até que o cheiro forte e a tinta seque para evitar imprevistos.

Revestimento de forros para tetos

Um dos forros para tetos mais conhecidos, sem dúvidas, é o gesso. Ele traz um acabamento muito elegante e permite a criação de nichos para os projetos luminotécnicos. Porém, são muito frágeis, inclusive à umidade do ambiente.

Por isso, utilizar ripas de madeiras e de poliestireno e outros revestimentos para os forros de tetos pode ser uma ótima opção, o que também garante um projeto de impacto visual marcante.

Para arrematar esse trabalho e a fase de acabamento de obras, usar rodatetos e rodapés tornará os ambientes mais elegantes e cheios de personalidade, não é mesmo?

Instalação de louças, metais, armários, dentre outros

Por fim, temos as instalações de louças no banheiro, cozinha e áreas relacionadas, assim como metais de suporte para papel, sabonete e outras soluções. Não são meros detalhes, afinal de contas, esses itens são imprescindíveis para que a casa se torne habitável, certo?

Isso também inclui a instalação de terminais de acabamento que protegem as quinas dos rodapés e aumentam a durabilidade do acabamento de obras escolhido para o piso e seus arredores.

A instalação de móveis, armários, espelhos, vidro e redes de proteção nas janelas, também fazem parte dessa etapa para que a casa ou escritório esteja pronto para ser habilitado. Vale ressaltar que comprar o enxoval novo para as camas e o banheiro, é uma ótima pedida para envolver o restante da família nessa movimentação atípica.

Inspeção e liberação do projeto

Depois de todas as etapas do acabamento e obras realizado, é preciso fazer uma conferência em todas as atividades e serviços que foram executados nos processos. Isso porque, uma vez que a reforma ou construção é entregue para o interessado, significa que seu contratante está satisfeito com os resultados apresentados.

É claro que algum serviço não realizado satisfatoriamente pode ser contestado na justiça, mas, em geral, o ideal é criar uma fiscalização dos resultados e determinar se o trabalho chegou aos seus limites e exigências. Com isso, qualquer questionamento pode ser feito e ajustes podem ser realizados dentro do escopo da negociação inicial.

Sem dúvidas, organizar o acabamento de obras é uma ótima estratégia de economia para o investimento em outros sonhos da família.

Você já começou a sonhar com as mudanças no acabamento de obras que deseja realizar na sua casa? Saiba que nossas dicas não acabam por aqui, assinando a nossa newsletter, você vai receber conteúdos atualizados e relevantes para esse momento tão especial. Assine agora mesmo!

06/07/2020

    SUSTENTABILIDADE POR PRINCÍPIO

  • Santa Luzia - Green Building Council
  • Santa Luzia - Green Building Council Brasil
  • Santa Luzia - RGMat